Como deve proceder uma assembleia de condomínio?

Atualmente, grande parte das pessoas vive em condomínios. E dentre tantas outras coisas, a vida em conjunto requer respeito e empatia. Grande parte dos problemas de um condomínio, como contas bancárias, eleições de síndicos e previsões orçamentárias, são discutidos e resolvidos através das assembleias.

São nesses encontros que toda a comunidade se reúne para discutir essas questões e chegar a um acordo passível de benefícios para todos.

Por ser tão importante na garantia do bem estar de todos os condôminos, algumas regras e atitudes devem ser seguidas. Uma delas, por exemplo, é sempre respeitar o direito do outro de expor sua opinião. Se discordar, deixe bem claro que discorda da ideia, e não do seu vizinho. Intrigas, rixas e os mais diferentes tipos de antipatias devem ser largados para fora nesse momento.

Como deve proceder uma assembleia de condomínio?

Foto: depositphotos

Como preparar a assembleia?

Primeiro, é aconselhável mandar pautas com os assuntos e convocações para os condôminos com antecedência, com no mínimo dez dias antes da assembleia. Todos devem ser convocados, pois se apenas um não tiver sido noticiado, a reunião perderá a validade. No dia da reunião, procure seguir essas dicas:

  • Organize a sala de modo que as cadeiras fiquem em círculo, pois a posição facilita a conversa;
  • Coloque uma música calma e suave, para manter os ânimos baixos;
  • Estabeleça um horário limite para a discussão de cada pauta.

O que não pode faltar?

A assembleia tem poder, por lei, de guiar atividades importantíssimas para o condomínio. Deve-se estar ciente que, aquele que escolher não participar, terá que acatar com todas as decisões tomadas pela maioria. Não é recomendável que o síndico presidie ou secretarie a assembleia, para não haver questionamentos posteriores sobre sua influência sob os residentes.

  • A primeira coisa a ser feita numa assembleia é a escolha do presidente de mesa. Caberá a essa pessoa conduzir toda a reunião, sabendo colocar-se e impor suas opiniões no momento certo. É importante que seja alguém respeitado por todos e que não faça parte de “grupinhos”;
  • O presidente da mesa escolherá, então, um secretário. Esse, será responsável por redigir a ata;
  • Ata. Esse documento deve conter todos os itens discutidos, bem como eles foram deliberados, sem acréscimo ou negligência dos fatos. Deve ser assinada pelo presidente e pelo secretário, e cada condômino deve receber uma cópia;
  • Uma lista de presentes deverá ser assinada no início da sessão e anexada à ata da assembleia correspondente.

Vale salientar que moradores inadimplentes não podem participar nem das deliberações da assembleia, nem votar, mesmo que estejam sob cumprimento de acordo.


Escrito por: Michelle Nogueira

Categorias: Diversos