Máquina de cartão ideal para o meu negócio

Na abertura do negócio próprio, se faz mais que necessário que uma das formas de pagamento seja feita através do cartão de crédito. Essa modalidade acabou caindo no dia a dia da população, devida a facilidade e segurança. Porém, a grande dúvida que surge é quanto a maquininha mais eficaz para o seu negócio.

Nesse caso, mediante as opções que o mercado oferece, o empresários tem de levar alguns fatores em consideração para que a conveniência para o cliente não passe a figurar como prejuízo nas contas mensais da empresa. Por isso, é bom ficar de olho em todas as propostas, assim como orientar-se com o seu banco.

Cada um dos leitores de cartão possuem taxas e serviços, por isso é muito importante que se estude as possibilidades antes de fazer a adesão.

qual-a-melhor-maquininha-de-cartao-para-o-meu-negocio

Foto: Pixabay

Entre os pontos que devem ser levados em consideração estão: o tipo de pagamento oferecido aos clientes, as bandeiras de cartões aceitas, o prazo para receber o dinheiro e as taxas cobradas pelas operações.

Modalidades

Entre as opções de maquininha que o mercado oferece, duas modalidades se destacam: os modelos mobile e os fixos. O primeiro deles serve apenas como leitor de cartão. A partir do acesso a rede wi-fi, 3G, 4G ou conexão via bluetooth, seu dispositivo Android realiza toda a transação.

Já entre as maquininhas fixas, que utilizam cabo telefônico, internet ou chip telefônico, as transações são realizadas e forma automática, com a diferença da emissão do comprovante físico, pós transação.

Modelos de maquininhas

Entre os modelos que estão disponíveis no mercado, conheça os principais delas, assim como suas funções e custos que ela pode ter para o seu estabelecimento.

PagSeguro – Máquina Moderninha – Para utilizar a maquininha, o usuário vai precisar apenas instalar o aplicativo e ter uma conta PagSeguro do UOL. Através da rede de conexão via 3G ou 4G realiza a transação e envia para o cliente o comprovante via SMS diretamente para o celular. A máquina não cobra mensalidade. Assim o empresário pode adquirir uma delas pagando apenas um valor fixo ou parcelando-o no cartão de crédito ou boleto bancário.

Cielo – Máquina Mobile – O dispositivo transforma qualquer smartphone ou tablet em uma máquina de pagamentos, bastando instalar o aplicativo da Cielo no dispositivo. O equipamento não possui taxa de inscrição e utiliza a conexão via bluetooth do leitor e via 3G ou 4G do dispositivo do vendedor para realizar a transação. Para fazer uso do equipamento, o empresário precisa pagar uma mensalidade. Esta, por sua vez, garante ao locatário a utilização da maquininha, materiais de propaganda e sinalização e suporte técnico 24 horas por dia, sete dias por semana. Em caso de danos no equipamento, a empresa garante a reposição do equipamento.

Rede – Máquina Mobile – O equipamento aceita pagamentos com cartões e vouchers via smartphones ou tablets. Para isso, basta o empresário fazer uso de um aplicativo para sistemas iOS ou Android que deve ser usado junto a um aparelho para leitura de cartões com conexão bluetooth. O dispositivo faz a leitura de cartões com chip e disponibiliza os valores das vendas em até 48 horas. Ela possui taxa de aquisição e também cobra mensalidade pelo uso.

Mercado Pago – Máquina Point – A máquina é compatível com celulares e tablets Android e iOS que ofereçam conexão via bluetooth e acesso à internet. Para isso, basta baixar o aplicativo do Mercado Pago no dispositivo. Para adquirir o dispositivo, o empresário desembolsará uma quantia única. Não é cobrada mensalidade nem qualquer outra taxa fixa além daquelas correspondentes as transações realizadas. O saldo das vendas é liberado na conta Mercado Pago em até 14 dias.

Cielo – Máquina GPRS – A máquina é indicada para negócios que precisam de mobilidade. Ela opera com a tecnologia GPRS, por isso pode ser utilizada por profissionais que ficam em constante deslocamento. Para adquirir a máquina, é cobrada taxa de adesão, assim como mensalidade pelo uso. Ele também inclui suporte técnico, material de propaganda e envio de bobinas.

Rede – Máquina sem fio – O equipamento não possui fio e opera da forma tradicional, sem a necessidade de ficar instalada no caixa da loja. Sua conexão é feita por meio de um chip de celular. Ela é destinada para estabelecimentos comerciais ou profissionais autônomos. Para adquirir o equipamento é cobrado uma taxa, assim como é obrigatório o pagamento de mensalidade. Por sua vez, esse pagamento inclui o acompanhamento das movimentações financeiras por meio de extratos on-line e o recebimento do valor das vendas é feito em até um dia útil no débito e no crediário e em até 31 dias no crédito.

GetNet – Máquina GPRS – A máquina utiliza a tecnologia GRPS e também permite a realização de todas as transações com cartões de crédito, débito e benefícios tanto no balcão do estabelecimento quanto fora dele. Não é cobrada taxa de aquisição, mas o empresário não fica livre do pagamento de mensalidade.


Escrito por: Robson Merieverton

Categorias: Diversos