Modelo de carta para a presidência da república

O papel do cidadão não se resume ao voto nas eleições. Pelo contrário, esse deve ser o momento de concluir uma trabalhosa observação em torno ao mandato de determinado candidato. É preciso, portanto, que o cidadão esteja sempre atento a tudo que acontece no seu país e saiba qual o momento que deve se impor e o melhor, como se impor. Ir às ruas em forma de protestos pacíficos, realizar greves, exigir melhorias, tentar retificar os erros cometidos pelos presidenciáveis e várias outras atitudes devem ser não só um direito do cidadão como também um dever. Assim, é possível formar cidadãos comprometidos com o futuro da nação e que se empenham para que as melhorias aconteçam.

Para que isso ocorra, as pessoas precisam saber quais são suas funções na sociedade e entender que o poder está nas mãos de cada um, basta vontade de querer mudar. Entre todos os meios de se fazer valer a sua opinião, está a carta que pode ser enviada ao presidente da república. Nela, o cidadão pode fazer valer seus direitos, expor suas opiniões, dar sugestões e de uma forma ou de outra ser percebido diante das situações.

A seguir, veja um exemplo desse tipo de documento, que serve como base para futuros questionamentos por parte de outros cidadãos.

Modelo de carta encaminhada para o presidente da República

(Local e data)

Ao

Excelentíssimo Senhor Presidente da República

Luís Inácio Lula da Silva

Assunto: ACIDENTE TAM 17.07.2007 – Falta de Segurança no Transporte Aéreo

Senhor Presidente,

Como já é de conhecimento público, no último dia 17 de julho ocorreu um terrível acidente aéreo que causou a morte de mais de 200 pessoas em São Paulo, nas imediações do Aeroporto de Congonhas. Também é de conhecimento público que os aeroportos brasileiros precisam urgentemente de investimentos que possam melhorá-los e trazer mais segurança aos passageiros diante da crescente demanda pelo transporte aéreo, principalmente em São Paulo.

Dessa forma, fica o Senhor Presidente da República ciente da minha indignação como pessoa cidadã e solicito , como medida de segurança:

1. PARA O AEROPORTO DE CONGONHAS
1.1. Proibição, sem exceções, de sua utilização para pousos e decolagens de aeronaves de grande porte;
1.2 Restrição na quantidade diária de fluxo de voos;
1.3 Restrição no horário de funcionamento diário – das 06h às 22h;
1.4 Perda do “status” internacional;
1.5 Funcionamento apenas para voos de ponte aérea e regionais;
1.6 Transferência imediata e definitiva dos voos domésticos de caráter nacional para os outros aeroportos de São Paulo;

2. PARA OUTROS AEROPORTOS DE SÃO PAULO
Implementação de melhorias na infraestrutura, segurança e ampliação dos demais aeroportos com fluxo aéreo de proporções significativas, bem como dos aeroportos secundários administrados pelo Governo do Estado de São Paulo (como Jundiaí, Sorocaba e outros), vez ser urgente a redução do intenso movimento atual de Congonhas.

3. PARA OUTROS AEROPORTOS DO BRASIL
Ampliação da verba do PAC = Plano de Aceleração do Crescimento para melhorar e dar mais segurança aos aeroportos do país;

4. REGRAS
Elaboração imediata de normas definitivas que regulem os pousos e decolagens de aeronaves de grande porte, incluindo todas as medidas de segurança a serem adotadas, como dimensões adequadas das pistas.

5. PARA HELICÓPTEROS NA CAPITAL DE SÃO PAULO Elaboração imediata de regras definitivas para pousos e decolagens de helicópteros, que hoje congestionam o tráfego aéreo da cidade, principalmente em áreas nobres da cidade, como região da Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini e Avenida Brigadeiro Faria Lima.

Agradecendo a compreensão e na certeza de que vossa excelência tomará as medidas efetivas para reverter essa grave situação de modo a garantir a segurança de todos os passageiros brasileiros e estrangeiros.

Atenciosamente,

Aguardo sua resposta por escrito.

Atenciosamente,

(Seu nome completo)
(Endereço completo, telefone, fax ou e-mail para contato)

Informações adicionais

Modelo de carta para a presidência da república

Foto: Pixabay

  • Lembre-se de usar sempre os pronomes de tratamento adequados para o caso. Nessa situação, o destinatário deve ser tratado com “Excelentíssimo Senhor Presidente da República”, no começo do texto. “Vossa Excelência”, no corpo de texto. E “Digníssimo Presidente da República Federativa do Brasil” ou “Ao Excelentíssimo Presidente da República” no envelope enviado ao destinatário;
  • É importante colocar o nome completo do presidente em exercício;
  • A linguagem do texto deve ser formal. Afinal, o cidadão está se direcionando a uma autoridade;
  • Deve colocar logo no início o assunto que se trata, e esse deve ter no máximo duas linhas;
  • No final, coloque não só sua assinatura, mas também outras informações à seu respeito, como endereço completo, telefone e e-mail para contato.


Escrito por: Katharyne Bezerra

Categorias: Cartas