Modelo pronto de Codicilo

Codicilos são documentos onde são expressas as últimas vontades de uma pessoa, é como se fosse um testamento simplificado. Ele pode ser feito em formato de carta e fica sob a guarda de uma terceira pessoa, algum conhecido da pessoa ou alguma figura pública. Hoje em dia está praticamente em desuso.

Codicilo

Foto: Reprodução

Modelo de Codicilo

Pelo presente instrumento de codicilo, de meu próprio punho feito e assinado, nesta cidade de ……, Estado de …., na Rua ……………. n° ………, eu R.X (qualificar), capaz do meu perfeito juízo e entendimento, livre de coação ou induzimento, exaro minha última vontade, para determinar o seguinte: …………… (colocar disposições). Assim, doa por feito e concluído o meu codicilo, redigindo aos dias do mês       de      do ano de dois mil e      (20) e vai por mim assinado.

(Assinatura do disponente)

O que é o Codicilo?

O Codicilo é um escrito particular, onde traz instruções de menor importância. São atos de última vontade e de interesse mais pessoal de quem o faz, inclusive pode ser falado sobre o seu enterro se for o caso.

Diferença entre o Codicilo e Testamento

No Codicilo é retratado bens de pouco valor material e de uso pessoal, como por exemplo, roupas, joias, móveis, e até dinheiro, porém em pouca quantidade. Nos testamentos são relatados patrimônios com maior valor, é possível dispor até 50% dos bens materiais do testador de maneira geral.

Como redigir um Codicilo?

Para redigir um Codicilo a pessoa que o fará deve saber ler e escrever. Não poderá ser escrito por alguém além do testador e será assinado pelo mesmo. Todas as páginas deverão ser datadas e assinadas, para garantir a validade do documento. É feito na forma manuscrita, de próprio punho. Pode ser datilografado e digitalizado. Ele não tem o poder de deserdar ou nomear algum herdeiro

Ele pode ser escrito pelo próprio indivíduo ou pode ser uma escritura pública, essa só será valida se estiver dentro das regras para esses institutos públicos, no que diz respeito à forma, testemunhas, aprovações, etc. Ele pode ser escrito sozinho, como também pode ser acompanhado de um testamento.

O codicilo deverá ser aberto somente após a morte de quem o escreveu, pelo juiz de acordo com as normas de abertura do documento.

Para concluir o Codicilo é um documento que não possui formalidade e que serve somente para expressar a última vontade da pessoa, onde pode ser retratado somente bens de pequeno valor.