Procuração de plenos poderes

Permitir que uma pessoa assine documentos por você e retire qualquer tipo de documentação em seu nome, é para isso eu serve a procuração de plenos poderes.

Esse documento, que autoriza uma pessoa a responder legalmente por outra é muito utilizado por empresários e pessoas que ocupam altos cargos em grandes empresas e precisam se ausentar por um período do estado ou país em que residem.

Confira abaixo dois modelos de procuração de plenos poderes

Modelo 1

PROCURAÇÃO DE PLENOS PODERES

Outorgante: (nome), (nacionalidade), (estado civil), (profissão), inscrito no CPF sob o nº (informar), e no RG nº (informar), residente e domiciliado à (informar o endereço), na cidade de (informar com sigla do estado).

Outorgado: (nome), (nacionalidade), (estado civil), (profissão), inscrito na OAB-MT sob o nº (informar), com escritório profissional à (informar o endereço), na cidade de (informar com sigla do estado).

Poderes: Plenos poderes, inclusive os das cláusulas “AD JUDICIA” e “AD NEGOTIA”, para o Foro em geral, representá-lo(a) junto a Repartições Públicas Federais, Estaduais e Municipais, Secretaria da Receita Federal, Cartórios, Tabeliães e Registro de Imóveis, DETRANs, INSS, Justiça Eleitoral, Consórcios, SERASA, SPC, órgãos particulares, Bolsas de Valores, Cias. Telefônicas, audiências, Juízo, Instância ou Tribunal receber citações, notificações e intimações, requerer, retirar, assinar e apresentar documentos, alegar e prestar declarações e informações, mover ações judiciais, constituir advogado, defender seus direitos e interesses, resolver e assinar tudo que for referente a heranças, inventários e partilha de bens, receber benefícios, renovar/atualizar/regularizar/recadastrar CPF e título de eleitor, comprar/vender/negociar/transferir ações no mercado de ações, comprar, vender, transferir e alugar quaisquer bens móveis e imóveis, semoventes, inclusive veículos, assinar, receber e outorgar quaisquer escrituras de compra e venda e cessão inerentes, e documentos de transferência, guias, administrar bens, assinar contratos, adjudicar, concordar, discordar, desistir, transigir, contratar, assinar e ratificar quaisquer termos e compromissos, receber e dar quitação, bem como representá-lo(a) em quaisquer estabelecimentos bancários, inclusive Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, com a finalidade de abrir, movimentar e encerrar contas, emitir, endossar, descontar e assinar cheques, fazer depósitos, retiradas, transferências e aplicações, solicitar extratos de contas e talões de cheques, reconhecer, verificar e ou contestar saldos, solicitar/trocar/cadastrar senha e cartão magnético, solicitar senha para acesso a contas via internet, enfim, praticar todos os atos legais necessários ao fiel cumprimento do presente mandato.

(localidade), (dia) de (mês) de (ano).

(nome do outorgante – assinar acima)

Modelo 2

PROCURAÇÃO DE PLENOS PODERES

ATRAVÉS DO PRESENTE INSTRUMENTO PARTICULAR DE MANDATO,

OUTORGANTE: _________________________________, Brasileiro(a), _____________________, (Estado Civil), __________________________(Profissão), RG nº: _________________________, C.P.F. nº: ___________________________, residente(s) e domiciliado(s) na Rua: ____________ _____________________________, nº: ________, bairro: ______________________________, CEP: ____________, Cidade: _______________________________, Estado: _______________.

Nomeia e constitui como seu(s) procurador(es) o(s) Sr.(s)/Sra.(s),

OUTORGADO: _________________________________, Brasileiro(a), _____________________, (Estado Civil), __________________________(Profissão), RG nº: _________________________, C.P.F. nº: ___________________________, residente(s) e domiciliado(s) na Rua: ____________ _____________________________, nº: ________, bairro: ______________________________, CEP: ____________, Cidade: _______________________________, Estado: _______________.

 

outorgando-lhe(s) plenos poderes para tratar de todos os interesses, direitos e negócios do(a) Outorgante, para prometer ceder, prometer vender, vender, prometer comprar, comprar, administrar, alugar, doar, receber doação, permutar, hipotecar, transferir, alienar, onerar ou prometer fazê-lo, sejam bens móveis ou imóveis, fazer e assinar contratos de qualquer natureza que se façam necessários, públicos ou particulares, inclusive de re-ratificação ou de rescisão, seja em cartório de ofício de notas e/ou de Registro de Imóveis, aceitar e estabelecer preços, prazos, cláusulas e condições, receber e pagar quaisquer quantias, sejam parcelas, sinal ou preço total, assinando os necessários recibos, dando, aceitando, recebendo quitações, representar perante as repartições públicas federais, estaduais, municipais e autarquias, requerendo, assinando o que se faça necessário, juntando e retirando documentos, representar ainda nos Bancos em geral ou qualquer estabelecimento congênere, em suas agências ou filiais, podendo para tanto abrir, movimentar e encerrar contas correntes e de cadernetas de poupança, assinando e endossando cheques, pedir saldos e extratos de contas, requisitar talões de cheques, receber e dar quitação, assinar cartões de autógrafos, fazer alterações e cadastramento de senhas, solicitar e receber cartão magnético, solicitar e obter senha para internet, receber ordem de pagamento do exterior, concede ainda, poderes da cláusula ad judicia, em qualquer Juízo, Instância ou Tribunal e onde mais com esta se apresentar Dando tudo por bom e valioso, cessando os efeitos deste a partir da(o) ______________________ _____________________________________________________________________ (finalidade) OU a partir do dia ____/____/______.

 

Cidade:__________________________, UF:________, Data:______de___________________de___.

 

_____________________________
(Assinatura do Outorgante)

É importante que o documento seja preenchido com cautela, pois todos os pontos explicitados no documento serão analisados com rigor e uma palavra pode mudar o sentido de toda uma frase.

O documento

Modelos de procuração de plenos poderes

Imagem: Reprodução

A procuração de plenos poderes é geralmente utilizada por pessoas que viajam muito a negócios, e consente a outra pessoa o direito de representá-la em Fóruns, Detrans, Repartições Públicas, INSS, Bolsa de Valores, entre outros locais/órgãos. Sendo assim muito importante nos casos em que um problema só pode ser resolvido em um local específico e não há possibilidade da pessoa em questão estar presente.  O outorgante, pessoa que confere os poderes, confere ao outorgado, pessoa a quem os poderes são destinados, não apenas a permissão de representá-lo diante de um órgão ou empresa, mas também diante de situação, podendo tomar decisões em seu lugar. É importante que estejam bem definidos na procuração quais serão os poderes da pessoa e perante quais empresas, entidades e situações ela será válida.

Atenção na hora de preencher

Por ser muito sério e realmente garantir uma liberdade muito grande a uma pessoa para agir em nome de outra, é aconselhável sempre escolher alguém de extrema confiança. Para retirar o documento é muito fácil, em qualquer cartório é possível fazer uma procuração de plenos poderes, porém não é possível fazer alterações no modelo apresentado lá. Por isso é indicado que você leve a procuração já preenchida, pois ela admite que você acrescente pontos que acha necessário e retire o que não deseja, evitando assim qualquer tipo de equívoco.

Tipos de procuração de plenos poderes

Existem vários tipos de procurações de plenos poderes, sendo elas geralmente destinadas a dar plenos poderes a uma pessoa perante apenas um órgão. Na procuração de plenos poderes destinada ao DETRAN, por exemplo, é preciso além de colocar os dados das pessoas envolvidas, colocar os dados do veículo em questão. Nas procurações bancárias é preciso especificar também os dados bancários como qual banco, agência e o número da conta do outorgante, além de especificar quais poderes ele terá na movimentação da conta: sacar, retirar extratos, etc.

Escrito por: Wanessa Galvão

Categorias: Diversos