O que deve constar no recibo de aluguel?

O recibo é um importante documento que deve ser usado como uma forma de comprovação de um determinado pagamento ou recebimento de valores. Quando se fala em locação de imóveis ou de outros espaço e/ou objetos, é importante tanto para quem está alugando como para quem cede o ambiente para locação ter o comprovante de pagamento.

Modelo

Data: __/__/____                                         Recibo de aluguel n°.: _______________

Nome do inquilino:

Endereço da propriedade:

Recebi do Sr./Sra. __________________ (nome do inquilino) inscrito no CPF sob o n°: _____________ a soma de R$ _______ ( o valor por extenso entre parênteses) como forma de pagamento de aluguel residencial/comercial do imóvel descrito acima para o período de __ de __________ de 20____ à ____ de  _______ de 20____.

Um saldo restante de R$______ deverá ser pago pelo inquilino antes ou no dia _____ de _________________ de 20_____.

Recebido por: ___________________________ CPF n°: _________________________

Em sua capacidade como: __________________________________

______________________________________________

Assinatura do Proprietário, Locador ou Responsável

Forma de Pagamento:

(  ) Dinheiro

(  ) Cheque visado n° ____ Banco _____________

(  ) Transferência Eletrônica de Fundos (TEF)

(  ) Ordem de Pagamento n° ______ de __/__/____

(  ) * Cheque Pessoal n° ______________

O recibo

O recibo de aluguel é válido tanto para locação de residências quanto de espaços comerciais, e deve ser preenchido pelo proprietário com cópia para o inquilino. Se, na situação decorrente, você for o inquilino, exija o recibo para comprovação de que você realmente efetuou o pagamento, e como o fez – se foi em dinheiro, cheque, cartão de crédito, entre outros.

O que deve constar no recibo de aluguel?

Imagem: Reprodução/ internet

Esse documento é importante para garantir os seus direitos por meio de documentação, garantindo também uma transação segura. Os recibos ainda podem ser usados para vendas de mercadorias, prestações de serviços, entre muitas outras coisas, garantindo sempre uma nova e indevida cobrança.

Existem muitos modelos de recibo de aluguel, mas algumas informações são obrigatórias e deve constar em quaisquer documentos com esse objetivo. Confira.

O que deve conter?

Esse tipo de recibo, deve conter, obrigatoriamente, a data do recebimento e o nome da pessoa que está efetuando o pagamento do aluguel. Depois disso, é ainda obrigatório constar o endereço da propriedade, assim como cidade em que está localizada, estado e código de endereço postal.

Faça ainda referência ao período à que se refere o pagamento e o valor exato que está sendo pago. Deve ser indicado ainda o nome e identificação da pessoa que está recebendo o dinheiro, além da especificação de ser proprietário, locatário ou ainda colega de quarto.

É importante constar ainda a forma como o pagamento está sendo feito. Se for em chegue, o documento ainda deve conter o número do cheque usado para o pagamento.

O proprietário fica com o original e o pagante fica com a cópia, ambas assinadas pelas duas partes envolvidas. É importante que esses documentos sejam guardados por, pelo menos, quatro anos, para fins fiscais.

Cuidados com a locação de um imóvel

Antes de alugar um imóvel, verifique as condições em que ele se encontra e realize, junto ao proprietário, uma vistoria, a qual deve constar o estado de conservação de cada uma das partes e objetos do local. O contrato deve ser feito de forma regular, contendo o valor do aluguel, índices de reajustes, duração da locação, valores referentes às multas por atraso, entre outras informações.

O inquilino não deve ser cobrado em nenhum valor quanto à elaboração do contrato ou da ficha cadastral. É direito do mesmo receber um imóvel em boas condições de uso, assim como recibos de pagamento. Os impostos do imóvel devem ser pagos pelo proprietário  – exceto quando constar em contrato que a obrigação é do inquilino. É dever do morador pagar pontualmente o aluguel e utilizar o imóvel conforme o determinado em contrato, além da restituição do imóvel ao final da locação no mesmo estado em que o foi concedido. Existem ainda outras obrigações e deveres específicos que devem, sempre, constar em contrato.