Previdência: saiba como planejar a aposentadoria

Quem quiser ter uma velhice saudável, independente e ativa precisa começar a fazer o planejamento agora. Porém, muita gente faz vista grossa para essa questão, colocando em primeiro plano os objetivos do presente, a exemplo de viagens, cursos, academia, uma escola melhor para os filhos, reforma da casa e troca de carro.

É difícil conhecer alguém que se planeja financeiramente e com antecedência para a velhice. Só que isso é muito importante, e quanto mais cedo, melhor. Se confiar única e exclusivamente na Previdência Social, não é mais garantia de uma aposentadoria tranquila.

Previdência: saiba como planejar a aposentadoria

Foto: depositphotos

Projeções futuras

A população brasileira está envelhecendo a passos largos. De acordo com projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na atualidade nove trabalhadores ativos contribuem para a aposentadoria de uma pessoa de mais de 65 anos. Em 2040, esse número deverá cair para quatro trabalhadores.

Com a expectativa de vida aumentando, o Brasil chegará em breve a uma realidade de muitos trabalhadores aposentados sendo sustentados por poucos ativos. Trata-se de uma conta que não fecha. O rombo no Regime Geral de Previdência Social deve ultrapassar os R$ 120 bilhões este ano.

Dessa forma, a questão da reforma da previdência ocupa as páginas dos jornais diariamente. A Assembleia Mundial da Saúde, promovida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), recomendou, em 2014, que se criasse um plano de ação global para o envelhecimento saudável da população.

O documento contempla cinco objetivos principais: o envelhecimento saudável em todos os países, a criação de ambientes favoráveis aos idosos, alinhamento dos sistemas de saúde às necessidades das populações mais velhas, desenvolvimento de sistemas sustentáveis de cuidados de longa duração e melhorar a medição, o monitoramento e a pesquisa sobre o envelhecimento saudável.

Planejar-se

De acordo com especialistas, as pessoas devem começar a se planejar desde cedo, inclusive, levando o assunto para ser discutido no seio familiar, já que envolve todos os membros. Na hora de fazer esse planejamento, é só pensar que a terceira idade não é o ponto final, mas um ponto de partida para uma nova etapa.

“O planejamento permite que se tenha oportunidade de realizar tudo o que for sonho e necessidade, sem sobrecarregar a família, que é uma das maiores preocupações que a velhice traz. Se preparar para esse momento, inclusive financeiramente, é a maneira mais inteligente para permitir que possamos, no futuro, garantir tanto as necessidades especiais de saúde, moradia, acessibilidade quanto as de lazer”, explica a especialista de qualidade de vida na terceira idade, Márcia Sena.


Escrito por: Robson Merieverton

Categorias: Dicas