Vai viajar? Garanta uma viagem tranquila

Antes de sair por aí, arrastando a sua mala naquela viagem dos sonhos é bom prestar atenção a algumas dicas. O que muita gente não sabe é que, mais importante do que escolher o destino, é se organizar com antecedência e se atentar a toda a burocracia que pode aparecer. Só assim será possível evitar transtornos no momento do embarque e também durante a viagem.

As dicas vão desde a verificação do passaporte, visto, carteira de habilitação seguro de viagem, peso da bagagem, até cuidados mais específicos com a saúde, como a atualização do cartão de vacinação.

Isso garante que a viagem seja um período apenas para aproveitar o destino, eliminando qualquer possibilidade de esquentar a cabeça com problemas que podem ser evitados.

Vai viajar? Garanta uma viagem tranquila

Foto: depositphotos

Ah! Não custa nada lembrar que, após a viagem, a vida continua, por isso se faz tão necessário conferir o calendário de vacinação. Muitos países podem estar passando por transtornos, facilitando a contração de alguma doença. As dicas são passadas pela blogueira e consultora de viagens Lala Rebelo.

Dicas para viajar tranquilamente

1- Passaporte

O principal documento para uma viagem internacional deve ser checado em dois aspectos. O primeiro é a data de validade, já que a maioria dos países pede uma validade mínima de três meses para deixar o turista entrar. O segundo, que poucos sabem, é o número de páginas disponíveis. Há países que exigem até 4 páginas limpas no passaporte na hora da entrada.

2- Visto

Esse é o terror de muitos turistas, principalmente os que vão aos Estados Unidos. O visto é uma permissão de entrada no país, que às vezes exige certo trabalho para conseguir. Verifique se seu destino pede visto para brasileiros, ou se você deve tirar no consulado ainda no Brasil ou se o país emite na chegada, antes da imigração, já que alguns trabalham com pré-visto online. Conheça os requerimentos antes.

3- Carteira de Habilitação

Há países (ou locadoras) que não aceitam a carteira de habilitação do Brasil para alugar um carro. A sugestão é fazer a carteira de habilitação internacional, que permite que o turista alugue carro em qualquer país, além de ser um documento oficial para a polícia local. Muitas vezes, mesmo que te deixem alugar com a carteira do Brasil, se a polícia te parar ela pode não ter validade.

4- Vacinas

A mais comum é a de febre amarela. É necessário tomar a vacina com no mínimo 10 a 30 dias de antecedência da viagem em destinos que a requerem, além de fazer a carteirinha de vacinação internacional na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), só o comprovante de vacinação não funciona. Verifique se o destino pede outras vacinas adicionais e as mantenha em dia.

5- Seguro de Viagem

Pode parecer um exagero, mas é essencial. Não somente pelos gastos cobertos, mas muitas vezes pela assistência que os seguros podem dar no exterior. Aliás, seu cartão de crédito pode ser um grande aliado na hora do seguro, verifique seus benefícios antes de contratar uma empresa a parte.

6- Peso da bagagem

Cada companhia aérea tem sua política de bagagem, tanto para a mala de bordo como para a despachada. Muitas vezes, na mesma companhia, há permissões diferentes de quilos para cada tarifa ou destino. É importante verificar a franquia de bagagem antes mesmo de começar a arrumar a mala, para não ter surpresas no aeroporto.

Algumas empresas aéreas, as famosas Low Cost (companhias de baixo custo), geralmente não incluem nenhuma bagagem nas tarifas e é preciso comprá-la à parte pelo site. Compre todas as malas que pretende levar pelo site, previamente, porque no momento do check-in costuma sair absurdamente mais caro.


Escrito por: Robson Merieverton

Categorias: Dicas