Modelo de carta para uso de equipamento fotográfico

Para quem é estudante, seja de ensino fundamental, médio ou superior, o momento de maior alegria é o ano da formatura. Um ciclo se fecha, abrindo caminho para uma nova forma de vida.

Para quem está se formando no 8° ano, por exemplo, terá pela frente mais responsabilidades pois os anos que seguem serão decisivos para o curso que irá percorrer. Já quem está concluindo o 3º ano do ensino médio, parte para uma etapa da vida na faculdade. Por fim, quem termina a universidade, dá início à uma vida profissional que já vinha sendo traçada com estágios e muito estudo.

Em todas essas etapas um sentimento permanece, o da felicidade. Muitos optam por uma viagem com amigos, porém também há quem deseje terminar um determinado ciclo em uma noite festiva, com a presença de familiares, amigos e colegas de sala.

Para que tudo ocorra da melhor forma possível, é formada uma comissão de formatura – nome dado aos estudantes responsáveis pelos preparativos da festividade – e em seguida, começa à procura por preços mais baixos e uma qualidade de serviços com empresas que trabalham organizando esse tipo de evento.

Modelo de carta para uso de equipamento fotográfico

Foto: depositphotos

É necessário fazer um levantamento de preços de forma detalhada, avaliar as diferenças entre as empresas, pesar os prós e contras. Escolher o local para a festa e visitá-lo antes do grande momento fazem parte do ofício de ser integrante da comissão. Além disso, é preciso provar dos cardápios e até mesmo comparecer a um evento promovido pela empresa que se deseja contratar. Todas as informações colhidas serão indispensáveis na escolha correta.

Outro ponto importante em uma festa de formatura que deve ser garantido previamente é a fotografia. Muitas empresas desse ramo disponibilizam um fotógrafo e filmador para cobrir o evento. As fotos e a filmagem são cobradas de acordo com o interesse de cada formando. O que não pode ocorrer de maneira alguma é a proibição de filmadoras e similares particulares. De acordo com com Código de Defesa do Consumidor, nenhuma empresa pode boicotar o direito do formando de garantir suas próprias fotos e muito menos exigir que o mesmo utilize de seus serviços.

Se isso ocorreu com a sua comissão de formatura, saiba como agir.

Exemplo de carta exigindo o direito de utilização de equipamento fotográfico em festa de formatura

De: CONTRATANTE
Para: CONTRATADO (Nome do Responsável pela Empresa Contratada)

NESTA
REF.: EXIGÊNCIA DO DIREITO DE UTILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTO PARTICULAR EM FESTA DE FORMATURA

Prezado senhor responsável pela empresa CONTRATADA,

Eu, o CONTRATANTE, recebi no dia (xxx) uma carta-aviso enviada pela empresa CONTRATADA comunicando que na festa de formatura dos graduandos (Especificar o estabelecimento de ensino e curso) não será permitida a utilização de filmadoras e similares particulares.

Devo alertá-lhes de que tal prática se configura abusiva, como exposto no Código de Defesa do Consumidor1. Desejando vender seus produtos posteriormente à realização do evento, a empresa CONTRATADA proíbe que os formandos e seus convidados registrem a festa – essa prática é conhecida como venda casada e é proibida, como já dito.

Desde já solicito que tal carta-aviso seja desconsiderada para que todos os graduandos e convidados possam ingressar com seus respectivos equipamentos. Caso não o faça, tomarei as devidas providências para que a empresa CONTRATADA seja punida na forma da lei.

Sem mais

Assino a presente

(Local, data e ano)

(Nome e assinatura do Contratante)

________
Nota:

1. Código de Defesa do Consumidor

Art. 39. É vedado ao fornecedor de produtos e serviços:

I-condicionar o fornecimento de produto ou serviço ao fornecimento de outro produto ou serviço, bem como, sem justa causa , a limites quantitativos;
(…)
III- enviar ou entregar ao consumidor, sem solicitação prévia, qualquer produto ou fornecer qualquer serviço;

Informações adicionais

Entenda o que uma empresa contratada para formatura não pode cobrar de seus clientes:

  • A cobertura fotográfica precisa ter um valor fixo nos preços de álbuns, fotos individuais e DVD com as filmagens. Além de consolidar data de entrega;
  • A imposição da empresa ao aluno adquirir um álbum completo se traduz como atitude abusiva e não pode ser tolerada. O estudante deve ficar livre para escolher os pacotes ou não;
  • É também abusivo da parte da empresa impedir que estudantes e convidados portem seus equipamentos fotográficos.


Escrito por: Katharyne Bezerra

Categorias: Cartas