A importância do recibo

O recibo é um documento não oficial que é entregue por alguém que recebeu algum valor de outrem. Apesar de não ser oficial como uma nota fiscal, ele serve como prova de algum pagamento de dívida e, por isso, deve ser guardado. De acordo com o Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec), os consumidores devem separar, organizar e manter os cupons de recibos em boas condições e por um tempo relativo, pois caso algum problema ocorra, a pessoa em questão terá como comprovar o pagamento.

Ainda segundo o órgão, alguns recibos devem ser mantidos por mais tempo. Esse é o caso dos comprovantes de pagamentos de impostos, que por sua importância necessitam ser guardados por cinco anos. Se o consumidor tiver organização em suas contas, dificilmente ele esquecerá de alguma, e caso se esqueça, ao consultar os seus recibos saberá imediatamente qual está faltando. Neste artigo vamos entender quais são os tipos de recibo que existem e as suas importâncias.

Recibo de pessoa jurídica para física

Todas as relações que envolvem pessoas físicas e pessoas jurídicas, devem ter os recibos guardados por um longo prazo. Por exemplo, as declarações de imposto de renda devem ser mantidas por cinco anos. Do mesmo modo ocorre com comprovantes relativos a empréstimos bancários, a investimentos e a aquisições de bens, como imóveis ou automóveis.

Modelo padrão de recibos utilizado atualmente

Foto: Reprodução/ internet

É importante lembrar que nas compras parceladas, é recomendável que os cinco anos sejam contados a partir da última parcela e, por isso, todos os outros devem ser arquivados, nada é descartado. Além de comprovar o pagamento feito pelo cidadão, os recibos também funcionam como um método de controle fiscal das empresas, para que essas saibam o quanto foi movimentado, em termos financeiros, em determinadas situações.

Recibo de pessoa física para pessoa física

Existem relações de pagamentos entre pessoas, sem ser no nome de alguma empresa. Um exemplo desse vínculo é no caso de pagamento de aluguel. Nessa situação, os recibos devem ser mantidos por um período de três anos. É importante ter organização e separar os comprovantes em lugares específicos, para que possam ser consultados de maneira prática a qualquer momento.

A importância do recibo para os trabalhadores

Nas Leis de Consolidação do trabalho (CLT) é obrigatório o empregado apresentar ao empregador, a carteira de trabalho no ato da admissão. Pois nesse documento vai estar contido o valor e a forma de remuneração, além das condições especiais de trabalho. Esse processo feito pelo patrão tem um prazo definido de no máximo até 48 horas. Para cumprir esse prazo, surge a importância do contra-recibo com a assinatura do chefe, a data do recebimento da carteira e a data de evolução ao empregado.